P11 – Rota da Lapa

P11 – Rota da Lapa

Percurso circular de dificuldade fácil que segue em direção a Manteigas pelo caminho da Lapa e regressando ao Centro de BTT.

 

P12 – Rota do Sameiro

P12 – Rota do Sameiro

Percurso circular com um início muito tranquilo, passando por Leandres, descendo paralelo ao Rio Zêzereaté ao Skyparque. Faz-se o regresso pela margem oposta, passando pelo Sameiro, onde se pode temperar forças no café no centro da aldeia, para enfrentar a subida mais difícil desta aventura logo de seguida.
P13 – Rota do Vale Glaciar

P13 – Rota do Vale Glaciar

Percurso circular, para praticantes experientes, tem como objetivo maior a descida do Vale Glaciar.Iniciando-se em direção a Leandres, o percurso “ataca” o monte em direção ao Poço do Inferno, ondealém do interesse paisagístico pode recuperar um pouco da subida mais dura até ali, com água bemfresca. Subindo até aos Poios Brancos, segue-se em direção à Serra de Baixo para se chegar à Lagoa Seca para se descer por estrada até ao Covão D’Ametade continuando a descer todo o Vale Glaciar do Rio Zêzere até Manteigas.

P14 – Rota do Corredor dos Mouros

P14 – Rota do Corredor dos Mouros

Percurso circular, para praticantes experientes, segue em direção a Leandres descendo até ao Skyparqueparalelo ao Rio Zêzere. Subindo ao Fragusto, toma-se a direção do Miradouro da Azinha onde se obtémuma vista impar sobre todo o Maciço Central, conseguindo-se avistar a Torre. Seguindo em direção aoCorredor dos Mouros, continua-se a avistar, nesta zona, uma paisagem deslumbrante e única, com trilhosmais técnicos. Desce-se até à Mata de S. Lourenço onde as faias imperam, cuja sombra nos dias maisquentes tornam esta passagem inesquecível. Termina-se a aventura com o alucinante single-track do Pandil. Levar água em quantidade suficiente, pois quase não há locais para reabastecimento.

P15 – Rota das Penhas Douradas

P15 – Rota das Penhas Douradas

Percurso circular, muito duro, mas uma aventura única. Com a primeira metade idêntica ao percurso 14,ao chegar-se à Cruz da Jogadas, desce-se para o Covão da Ponte, por onde passa o Rio Mondego,subindo-se até à sua nascente, o Mondeguinho, e Penhas Douradas. A descida final até à vila deManteigas faz-se pela Carvalheira. Tal como no percurso 14, aconselhamos a providenciarem água e alimentação adequada para uma aventura destas mais dura, para que seja feita em autonomia pela escassez de pontos de apoio.